Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

Palavras desconcertantes

"Você pode se lamentar muitas vezes por ter pronunciado uma palavra indelicada, mas nunca por ter pronunciado uma palavra bondosa." (Bert Estabrook) Dia desses, abrindo o livro "Perdas & Ganhos" de Lya Luft , li a frase "Gosto das coisas - pessoas e palavras - desconcertantes. Seus contornos imprecisos permitem que a gente exerça o direito de refletir e de criar em cima delas" . Nesse trecho do texto ela trata justamente do poder das palavras, território dela, escritora e tradutora que é. Diz ainda que "palavras gastam-se como pedras de rio: mudam de forma e significado, de lugar, algumas desaparecem, vão ser lama de leito das águas, contaminam-se pelo uso e se tornam agressivas ou contraditórias. Tornam-se confusas e ineficientes". No entanto, sabemos que quem imprime esses contornos desconcertantes (ou não) às palavras são as pessoas mesmas que expressam seus sentimentos e pensamentos muitas vezes imperfeitos. Coincident