Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

Um 2013 de muitos rasgos em seu jeans!

Em seu último artigo de 2012, na Folha de S. Paulo,  o psicanalista Contardo Calligaris escreveu sobre as marcas que o tempo e a experiência deixam em nós, fazendo uma analogia com as marcas e remendos de duas camisas de "brim" , como ele diz, que ele comprou há muito tempo numa liquidação em Nova York. Conta ele que foi sempre dessa forma que entendeu a moda do jeans desbotado, com suas bainhas desfeitas e desfiadas ou das calças furadas e rasgadas: "a vida deixa marcas e feridas na roupa e na gente; e escondê-las (atrás de roupas novas) significaria esconder a maior riqueza que acumulamos, a dos percalços de nossa existência, que eles tenham sido bons ou ruins, tanto faz" . Gostei muito dessa ideia. Eu tenho uma calça jeans de que gosto muito, já bem velha, aliás, jeans é minha peça de roupa favorita, mas meu gostar [da calça velha] é mais pelo conforto que ela me dá; e, se eu fosse pensar no tempo em relação a essa calça, confesso, pensaria apenas q