Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2010

O tempo

Qual a coisa mais preciosa do mundo, mais que o ouro, que todos os diamantes, todas as moedas fortes, toda a riqueza e poder da terra? Acertou quem respondeu o tempo. Coisa misteriosa este tal de tempo. Quando você não tem absolutamente nada para fazer, ele não passa, e se fica esperando que chegue a noite, e o dia seguinte, quase em desespero. Mas quando a vida está movimentada e boa, ele voa, e quando você se dá conta, a semana acabou sem saber como, e o mês também, e foram-se os anos. Não há meio termo: ou se morre de tédio ou de exaustão. O que é melhor? Difícil escolha.  Quando não se faz nada, sobra tempo para pensar em coisas que nos fazem ou fizeram sofrer, lembrar do passado com arrependimento, saudades, ou, o pior de tudo, com a sensação de não ter vivido - pensamentos, aliás, absolutamente inúteis. Quando o tempo sobra, qualquer palavra que se ouve é analisada, o contexto em que ela foi dita pode ter proporções perigosas, e até o tom de voz tem - ou pode ter - um gr

Desintoxique seus pensamentos

"Desintoxique sua mente de pensamentos negativos sobre si mesmo, a vida e os outros, assim terá mais saúde e felicidade." Esta foi a frase que li e me deixou a pensar na grande verdade que ela contém. É comum ocuparmos nossos pensamentos com algumas situações insignificantes, dando importância ao que não tem. Perdemos tempo pensando em problemas que não podemos resolver ou até naqueles que já se passaram. Perdemos tempo tentando entender as pessoas, que muitas vezes, nem mesmo elas se entendem. E o pior de tudo, perdemos tempo, chateando-nos com pessoas que nos incomodam com o que dizem, sem percebermos que elas é que se incomodam conosco. E com essas, confesso, perco muito de meu tempo e meus pensamentos.  São as pessoas de difícil relacionamento que ora nos estressam, ora nos entristecem por atitudes maldosas ou por serem pessoas complicadas. São aquelas que, por mais que tentemos o entendimento, não adianta, sempre serão assim: difíceis. No entanto venho aprende