Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2009

O tempo passa ou tem passado por nós?

O que é viver bem, viver feliz? Como estamos vivendo? Temos aproveitado o tempo que passa? Logo cedo levantamos e nem sei se reparamos como está a manhã. Estamos aproveitando nosso dia ou estamos somente cumprindo uma rotina: aquele trabalho que cansa, aquelas pessoas de sempre, todo dia a mesma coisa? Pode estar tudo ruim, mas o problema pode, também, estar em nós. Fazemos uma lista do que não nos agrada nas nossas atividades. E aí dizemos que o tempo tem passado muito depressa, o semestre já passou, logo o ano termina e não aproveitamos a vida. Porém, não observamos mais a beleza dos dias ensolarados, só reclamamos do calor. Não vemos beleza na brisa, só nos incomodamos com o vento que desarruma os cabelos. Não vemos a simpatia das pessoas que passam por nós, pois andamos carrancudos, apressados e estressados. Paramos nos semáforos pensando somente no tempo que não passa, no que ainda temos que fazer ou aonde ainda temos que chegar... E assim, acabamos por não viver os m

Por que nos decepcionamos?

Todos nós, um dia, já nos decepcionamos com alguém ou com alguma coisa que nos acontece. E sempre nos decepcionamos, porque criamos expectativas. Sim, criamos expectativas em relação às pessoas, aos amigos, à família, ao nosso emprego, às nossas buscas e planos, entre muitas outras coisas. Dentro de nós tem alguém que sempre está sonhando com aquilo que julga nos fará felizes. E por mais prevenidos que nos tornemos, a fim de não nos decepcionar com os acontecimentos ou com as pessoas, não adianta, faz parte de nós sonhar com algo que nos faça bem. E isso tem uma única razão: sonhar nos motiva a fazer tudo com mais afinco, com mais vontade, com mais alegria, porque fazemos pensando naquela meta que desejamos alcançar. É assim que criamos expectativas. E se não acontece o esperado? Bom, a vida é isso! Se o planejado nos faz tomar um caminho, nossas decepções nos fazem tomar outro, faz repensarmos a vida e escolhermos novas metas, novos caminhos. Sempre haverá decepçã

Aprendizado

Durante nossas vidas vamos vivenciando problemas diversos, desde a perda de pessoas queridas, os relacionamentos difíceis, os problemas de saúde, pessoais ou em família, enfim toda sorte de dificuldades. E para tanto precisamos buscar formas para sobreviver a tais fases.  Vivemos dilemas e procuramos entender o porquê de a vida se apresentar a nós dessa maneira. E descobrimos que viver é assim para todos e que tudo na vida tem um fim, recomeço ou transformação. São ciclos, fases, etapas a serem vencidas para o aprendizado do que é viver. É a forma de nos conhecermos e descobrirmos do que somos capazes. Se não soubéssemos o que é sofrimento e dor, não alcançaríamos nem valorizaríamos os momentos felizes. E assim caminham nossas vidas, entre alegria e tristeza a se alternarem. Quando estamos tristes encaramos tudo com muita dificuldade, sentimo-nos vítimas de tudo ou tentamos até fugir. E por mais difícil que seja, a partir do momento em que aceitamos a dor como se apresen

A pessoa mais importante de sua vida: você!

Você tem feito tudo por si mesmo? Tem feito o que gosta, tem lutado por seus ideais e sonhos? Tem satisfeito suas vontades e desejos? Se sim, está correto.  Você é uma pessoa que se considera importante o suficiente e faz tudo por seu bem-estar, seja físico, psicológico ou espiritual. Porém, se não anda pensando muito em si, se tem se negligenciado, nem tem vivido tudo o que tem vontade de viver, está na hora de parar e refletir. É necessário ser um pouco mais "egoísta" e cuidar da pessoa mais importante de sua vida: você!  Em muitos momentos, a vida nos pede para que estejamos prontos para o outro, para aqueles com os quais convivemos e que amamos. E não podemos fazer ninguém feliz em detrimento de nós mesmos. Esta não é a nossa melhor atitude. Nunca estaremos bem e completos para o outro se não estivermos felizes com o que somos, satisfeitos com o que vivemos. E insatisfeitos, nunca estaremos inteiros para aqueles que precisam de nós.  Se vamos guardando nossas