Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

Rejeição ou egoísmo?

Comenta Betty Milan, em sua coluna da Revista Veja desta semana, o caso de um homem que passou toda sua vida tentando agradar a todos com quem conviveu: filhos, mulher, chefe, amigos, todos. Desejava ser aceito e aprovado sempre. Diz ele ter " pavor de ser reprovado" e, com essa história toda chegou à conclusão de que assim agia para ser adorado e sentir-se superior, ou seja, por puro egoísmo.  Sempre pensei que quem assim age o faz por carência afetiva, agrada-se a todos, satisfaz-se o desejo do outro em detrimento do seu, pois o que se necessita é de aceitação, por medo de sofrimento pela rejeição. De certa forma, somos meio moldados já pela educação para sermos bem aceitos em sociedade, nos relacionamentos afetivos, pelos amigos ou no trabalho, para podermos conviver bem. É claro que, tal comportamento passa a ser patológico, quando o que se faz pelo outro é em detrimento de si mesmo.  Nunca pensei, no entanto, que esse tipo de comportamento pudesse indicar eg

Pensamentos

Em alguns momentos, percebemos que não paramos de pensar, pensar e pensar ideias seguidas que nem sempre nos fazem bem. Claro, não temos como parar de pensar, o ser humano tem pensamento contínuo. Mas que tipo de pensamento temos buscado ou tem nos levado por aí? Que tipo de pensamento tem ocupado nossas mentes?  Se temos pensamentos de alegria e bem-estar, beleza e sucesso, tudo está muito bem conosco. Contudo, nem sempre é assim, muitas vezes nos envolvemos em repetidas ideias de tristeza, preocupação, solidão ou incompreensão, ou seja, temos somente pensamentos negativos que nos fazem mal.  E ficamos de tal maneira desorientados, de mau humor, baixo astral ou depressivos vendo a vida e o mundo sem beleza e alegria. Tudo passa a ser chato, ruim e triste. Daí a dores de cabeça e problemas físicos é um pequeno passo.  Como, então, libertarmo-nos desse emaranhado em que nos envolvemos? Como nos libertar das ideias e pensamentos que vêm e vão? Como? Parando. Sim. Parando par