6 de maio de 2010

'Aquilo que não me destrói só me fortalece'


Esta frase, que se não me engano é de Nietszche, carrega em si uma grande verdade. Digo isso, porque sempre me lembro dela quando testemunho experiências desagradáveis, inesperadas e infelizes capazes de nos fazer muito mal. É difícil imaginar que pessoas que nos conhecem tão bem e sabem de nossa história de vida, nossos problemas, nossas tristezas e dificuldades pessoais possam nos magoar e nos fazer mal através das palavras, usando tudo que, têm a certeza, pode (e vai) nos deixar muito piores. 
É! Isso não parece ser algo que alguém possa nos fazer, mas há quem o faça, sim. Atitudes destrutivas não têm justificativa, por mais que tenhamos visão diferente da vida. Podemos discutir, ter opiniões divergentes, mas nada dá o direito da agressão através da palavra que machuca, que cala, difícil de ser esquecida. Quem o faz não vê o mal que sai pela boca, vem direto do coração e não parece mesmo passar pela razão. Isso parece ser desequilíbrio. 
Já cheguei a pensar que pessoas assim precisam que tenhamos outro tipo de sentimento para com elas, que tentemos entender e esquecer tais atitudes. Contudo, relevar uma ou outra vez é certo e bom, mas se isso acontece outra vez e outra ainda, passa a ser momento de se repensar que tipo de relação se quer com alguém assim. Não podemos deixar que nos façam mal, que nos magoem e que palavras destrutivas mexam com nossa autoestima. 
A palavra é algo mágico (já escrevi isso por aqui) que consegue carregar em si, impressa em cada letra, o sentimento que está em nosso coração. E sendo assim, precisamos ter muito cuidado com o que falamos e o que desejamos ao outro. A palavra pode ser positiva e fazer muito bem, como pode magoar de tal forma, que se torne difícil reverter o mal que causa. 
Diante de situações extremas como esta, devemos nos preservar, nos resguardar de ofensas e de toda maldade. Ninguém tem esse direito. Viver é tentar ser feliz, apesar de todos os problemas por que passamos. O importante é a convivência daqueles nos amam e, acima de tudo, nos respeitam. Quem gosta de nós gosta do que somos e porque somos assim, com qualidades e defeitos. Estes têm conosco o discurso construtivo dos que nos querem o bem e vivem conosco momentos de felicidade. 
Precisamos estar próximos do que é positivo e belo, do céu azul, do ar que nos entra pelos pulmões e nos dá vida, do sol que nos dá energia e que nos revigora. Precisamos ter em mente que todo o mal que nos acontece ou que nos é feito precisa se converter em bem - bem que nos fortaleça - e que nos faça tirar algum aprendizado para sermos melhores. Nada pode nos fazer mal, se não deixarmos, porque o que se precisa mesmo é ser feliz. Aquilo que não me destrói só me fortalece. Certíssimo isso!

9 comentários:

  1. É isso amiga, as palavras tëm poder!! E cabe a nós, saber aproveitar, transformando-as em forma de crescimento própio ou excluí-las se algum dano nos causar.

    bjus,

    ResponderExcluir
  2. E se algum dano nos causar, exclui-las mesmo, esquecendo de verdade, pois guardar o que nos faz mal não vale a pena.

    Bjs, Sandra!
    ;*

    ResponderExcluir
  3. Hum, palavras com poder, parece até pleonasmo.
    A coisa é bem por aí mesmo!

    Bom, texto, espero que não tenha sido por experiências muito constantes que tenha chegado a esta constatação.

    até
    =)

    ResponderExcluir
  4. I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

    ResponderExcluir
  5. I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

    ResponderExcluir
  6. Nathi, aprendemos porque vivenciamos, não é mesmo? Mas da mesma maneira que passei pela experiência de ouvir o que me desagradou muito, ouvi em muitos outros momentos o que também me alegrou demais. =)

    Ainda bem! ^^

    Obrigada pela presença e pelas palavras.

    Bjs
    Até...
    ;*

    ResponderExcluir
  7. Thank you, Maybe!
    I appreciate your comment.
    ;)

    ResponderExcluir
  8. O que acabei de ler demonstra um bocado pelo que eu estou a passar, palavras que em segundos mudam a nossa vida e das pessoas que nos rodeiam! Palavras que por vezes nunca mas nunca mais conseguimos esquecer mesmo que o digam da boca para fora mas para quem ouve magoa e deita abaixo! obrigado Rita, porque o que eu acabei de ler fez me pensar em muita coisa e erguer a cabeça, só a simples frase "Aquilo que não me destrói só me fortalece" já ajuda e faz me lembrar a pessoa que sou e o quando "guerreira" sou!
    Estas de parabéns pelo tua escrita!
    :)

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Acredito que o que foi dito e magoou deve ser esquecido, por mais difícil que seja, pois, muitas vezes, quem falou nem lembra mais o que falou nem mesmo que falou.

    Faça como diz: 'erga a cabeça' e siga em frente!
    E seja muito feliz! =)

    Obrigada pela visita e pelas palavras.
    Volte sempre!

    ;*

    ResponderExcluir

E você, o que pensa a respeito? Comente!

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...