29 de março de 2009

Por que julgar é tão fácil?

Por que as pessoas adoram cuidar da vida alheia? Sim, e as pessoas que menos imaginamos são as que mais julgam nossos atos. Isso me irrita profundamente, pois não sabem o que se passa na vida do outro, muito menos as motivações de seus atos. Julgar é uma atitude perniciosa.
Será falta do que fazer? Será que ficam incomodadas? Será que é isso que as felicita: falar, dar palpites e comentar, enfim julgar? Ah! Conheço várias pessoas que têm sempre algum comentário para fazer, e nunca é lá muito bom ou sincero.
Se engordamos, "nossa! você engordou, não?" Se emagrecemos, estamos de dieta, precisamos comer. "Está fazendo mal, vai ficar doente." Não se fala: "Nossa como você está bem!", quando assim estamos. Nem se elogia, quando algo de bom acontece. Isso é raro entre esse tipo de pessoa.
É claro que existem aqueles que nos querem bem e nos incentivam. Não sei se me irrito ou se me divirto. A segunda opção, com certeza, é bem melhor para a alma. Paciência é tudo que precisamos nesses momentos, mas cá pra nós, isso não é fácil.
Sei que viver em sociedade, em comunidade, seja em família, bairro, condomínio ou no trabalho, faz com que sejamos pessoas que dividem espaços, compartilham, participam, mas daí precisar dar satisfações de atos seus, já é demais!
Ou você se torna o sujeito insuportável do meio ou busca um bom jogo de cintura para conviver harmonicamente com as pessoas. Prefiro a segunda opção novamente. É, pois não adianta, julgamentos existem em todos os lugares mesmo. Isso é uma característica do ser humano, péssima, mas é.
Bom, o que menos tenho vontade de fazer é ficar procurando saber por que razão as pessoas fazem o que fazem ou são como são ou estão como estão. E tenho horror de quem vem falar da vida alheia para mim. Ainda bem que existem muitas pessoas como eu, que têm outras coisas para fazer. Há tanta coisa importante com as quais podemos e devemos nos ocupar.
Cuidar de nossas próprias vidas já é algo tão complicado! Melhor mesmo é não valorizarmos tais atitudes, não nos estressarmos e deixarmos que a serenidade tome conta de nossos pensamentos. E que eles nos levem à paz que sempre buscamos.

6 comentários:

  1. muita meditação nessa hora Rita ;) é isso o que tento fazer. Cuidar da vida alheia é simplesmente não enfrentar o seu próprio caos, a sua própria insanidade. beijos

    ResponderExcluir
  2. É exatamente isso, Simone, gostei!

    Beijo! ;)

    ResponderExcluir
  3. Concordo com a Simone e acrescento que na verdade, quando alguem julga, simplesmente o faz porque não tem corgem de olhar para dentro com medo da porcaria que sabe que vai encontar. Sejam felizes.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, Carlos, concordo com ambos.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. concordo ,e como concordo com esses dizeres.palavras q retratam bem realidades e sofremos com isso.

    ResponderExcluir
  6. Pois é, Leo, todos passamos por isso. Eu me irrito muito com esse tipo de coisa, mas tenho tentado não dar valor de mais, pois não vale a pena.

    Abraço e seja bem-vinda!
    =)

    ResponderExcluir

E você, o que pensa a respeito? Comente!

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...