27 de novembro de 2008

Equilíbrio é tudo

Equilíbrio emocional é o que precisamos ter constantemente. Sei como é difícil encontrá-lo e mantê-lo, quando nos vemos diante de chuvas, trovoadas e temporais. Nada vemos a não ser o mal que passamos e nem acreditamos nas possíveis saídas. 
Estamos sendo castigados? O que fizemos de tão ruim assim? Por que eu?! E, na verdade, não somos os únicos a passar por problemas, mas somos responsáveis por não nos entregarmos à angústia, à dúvida, ao desânimo e à tristeza. 
Dentro de nós há uma infinidade de qualidades, de nuances de alegria e humor que afogamos em dor e sofrimento. Descobrir que somos maiores que nossos problemas é a questão mais difícil. Na verdade, não aceitamos os problemas como nos aparecem, não que precisemos cruzar os braços e chorar somente. Mas reconhecermos que estamos numa fase difícil é um caminho para buscar uma solução e não esperar que esta surja, assim, nas nossas mãos.
Ver a vida com alegria, sermos flexíveis e não nos desesperarmos é tudo num momento de dificuldade. Acreditarmos em nós mesmos e termos confiança em nossas intuições é uma solução ou, ao menos, tentativa. Nunca sabemos bem por que certas coisas nos acontecem nem por que nossas vidas dão reviravoltas. Porém, de tudo tiramos lições, de tudo saímos mais fortes, aprendemos que não somos infalíveis, nem insubstituíveis, nem donos da verdade e nem mesmo vítimas. 
Nesses momentos, ter o carinho das pessoas que estão a nossa volta é apoio. Ver o céu azul e o sol nos enviando energias, sorrir, ver o quanto nos sorriem, tudo isso é gratificante se soubermos ver. 
Acreditar e reconhecer o valor que temos é necessário para recomeçar, reiniciar a vida, esquecer o que se passou, ver que a vida vai em frente, que as lições nos servem para o que ainda virá. E que o dia de hoje é o que devemos viver. 
Nada é mais importante que o equilíbrio de nosso emocional, e, consequentemente, de nosso físico que não deve se abater. Fases são fases, passam, elas se vão, e crescemos, seremos outros. Nenhuma dor é maior que nós. Nos momentos de tristeza, se observarmos bem, passam por nossas vidas, por minutos, horas ou dias, aqueles que nos dão lições lindas e que parecem ter aparecido só para isso: deixar um estímulo, mostrando para nós o que temos de bom e que nunca devemos desistir. 
Sorria, nada é para sempre. E se a felicidade não é eterna, a tristeza também não é. Dosar a vida com humor, leveza e flexibilidade é o que precisamos. Sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você, o que pensa a respeito? Comente!

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...