26 de junho de 2008

O que faz você feliz?

Hoje estou num dia particularmente feliz. Sim, e sem nem ter acontecido algo de tão extraordinário, a não ser caminhar na rua, andar ao sol quente depois de dias tão frios, andar por entre gente, sentir-me viva diante do movimento. Passear meio sem rumo, indo aonde meus pés me levem. 
E assim passear entre as grandes árvores de grande praça junto de grandes prédios, e me sentindo muito viva. Acima de tudo o céu, azul, lindo. E o sol. Escolher as ruas conforme a beleza, ou a curiosidade.
Observar casas antigas entre outras construções muito novas. Passar por uma loja nova e atravessar correndo no sinal vermelho. Passar pelo teatro e depois pelo Café, ali da esquina. 
E visitar meu pai! Ele lá ao sol conversando comigo, falando muitas coisas entre confusas e muito lúcidas... Momento feliz! Momento de carinho... e só, e muito! 
Volto para casa, observo as avenidas, gente voltando, gente saindo, gente falando, gente sorrindo. Sinais e mais movimento. Encontro amigos, converso e sorrio. Lembro dele que viajou pra longe (que pena!), mas lembro com saudade e felicidade. 
Subo no elevador, erro até o andar! É, noutro dia ficaria nervosa, mas não hoje! Cheguei, comi doce de leite, daqueles de arder na garganta. Cafezinho! Que gostoso! Telefonema de minha mãe, um CD e um banho quente. 
E, então, ao sentar-me diante do meu computador, lembrei-me de uma campanha publicitária do Pão de Açúcar*. E por que fui lembrar-me disso? Ah! Porque ela fala exatamente disso: das pequenas coisas que fazem felizes as pessoas. "O que faz você feliz?" 
São coisas simples, momentos que nos deixam leves, alegres que precisam ser guardados, curtidos, vividos e revividos. Entre dias difíceis, entre altos e baixos, temos sempre momentos simples, de imenso prazer. Cabe a nós saber valorizá-los e usufruir deles.
Todas essas pequenas coisas que passei hoje me fizeram bastante feliz! Talvez amanhã sejam outras... Eu nem sei, e nem importa agora! 
E você? O que faz você feliz?

Rita Ribeiro

Bela campanha publicitária da rede de supermercados Pão de Açúcar, à qual me referi no post. Clique, veja, relembre e curta.




5 comentários:

  1. interessante questionamento.
    um cd? um chá? um telefonema?
    na correria diária, é possível esquecer que as pequenas coisas são dotadas de profundos valores, de magia indefinível, de um remédio salutar para nossas stressantes gravações, de impressões desse rotineiro modo de viver que se não pensado, atropela nossa alma...

    bejoca!

    ResponderExcluir
  2. Felicidade é isso... esse conjunto de pequenas coisas tão especiais.

    Parabéns! Adorei o texto...

    Ah!... o que me faz feliz? Ler algo assim numa tarde de inverno, por exemplo...

    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  3. Pablito e Vladimir,

    Li esse post escrito há mais de dois anos e ler esses comentários me deixou feliz agora.
    =]

    Adoro vocês dois, meus queridos amigos!
    Saudades...
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Flor... acho a felicidade tão relativa! Às vezes, o que parece um fardo, traz tanta coisa boa! E o que parece agradar, pode tornar-se um fardo...
    Mas amor, liberdade, sinceridade, arte, natureza... costumam deixar-me feliz.
    Sigo a página no face também. Deixo aqui o convite para o meu pensamento...
    http://pensamentoindelevel.blogspot.com/
    Beijos, paz e luz!

    ResponderExcluir
  5. Realmente é relativa, Aninha, o que faz alguém feliz, pode não fazer ao outro. Depende inclusive do estado de espírito, das situações e como se vê e se sente as coisas. São momentos...

    Vou visitá-la, sim.
    Obrigada pelas palavra!

    Bjs

    ResponderExcluir

E você, o que pensa a respeito? Comente!

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...