17 de dezembro de 2010

O que é ser solitário afinal?


Dia desses me perguntaram se eu era solitária e respondi que sim, que eu era. Depois fiquei pensando nisso. Mas o que é ser solitário? É uma pessoa viver sozinha, isolada e triste? Isso já é um estado de rejeição, desamparo, melancólico e angustiante. O que a pergunta trazia em seu contexto era o fato de eu ficar muito em minha casa. Sair pouco. 
Tanto que a pergunta que se seguiu foi: "O que você faz em casa? Eu preciso sair, não aguento ficar dentro de casa". E eu tenho fases mesmo de dificuldade de sair da "concha" - como diz um amigo que está sempre me cobrando pra tomar algo em um barzinho e colocar o papo em dia. 
Então, fico pensando, se eu sair da concha e for pra balada todo os dias ou estiver dia e noite fora de casa, não serei solitária? Bom, já fiz muito disso, até demais, com amigas e amigos, e com namorados. É bom, mas em alguns momentos da vida, escolhemos a concha. Mas é uma opção. 
É lógico que gosto de sair, jantar com um amigo ou sair com amigas pra curtir um fim de semana. Estou até em falta com alguns que estão sempre me chamando. 
"E o que você faz em casa?" Sempre tenho o que fazer. Adoro ver um bom filme ou um show, leio, escrevo meus "pensamentos", ouço música, converso pela internet com amigos, amigas e primos que estão longe de mim. Atualizo meus blogs, aliás algo que adoro fazer. E assim vai... É mais difícil me tirar de casa do que se imagina. Quem consegue pode ter certeza de que curto muito a companhia. Tenho prazer em bons papos. 
Nem sempre sinto que vale a pena sair da minha concha, do meu lar-doce-lar pra ficar rodando pelas ruas e conseguir um barzinho e não ter onde estacionar, depois não ter onde sentar e ter de esperar e muita gente e tudo muito cheio... E me pergunto se nesses momentos não podemos nos sentir meio solitários, mesmo entre tanta gente? Sim, claro. E eu nem sei se esse meu jeito é bom ou ruim, mas é assim que acontece. 
Também gosto muito, quando alguém vem aqui no meu canto e preenche o espaço com presença e alegria, movimento e boas energias. Então, sinto que essa conversa de ser solitário, sair ou não querer sair, talvez seja normal. 
Sair, porque é sexta, sábado ou domingo, se não for algo com que eu vibre, pra mim, já é rotina. Talvez tudo isso reflita apenas um estado de espírito meu. Posso estar num café numa segunda-feira e se a companhia for boa e o papo também, pronto! Isso já me fez bem demais. 
Então, não acho que eu seja solitária. Acho que, tirando alguns amigos queridos e companhias agradáveis que valem a pena, em muitos momentos curto estar comigo. Sem estresse nem problemas. Porque o importante, na concha ou no meio do movimento, é não estar infeliz.

3 comentários:

  1. Tb sou assim solteiro,solitario,enfim sozinho,nåo é tåo ruin assim um dis EU encontro minha outra parte.

    ResponderExcluir

E você, o que pensa a respeito? Comente!

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...