20 de dezembro de 2009

Enganos e decepções


"Decepção é a raiva dos fracos."
(House, personagem do seriado americano de mesmo nome)


Já escrevi, aqui, sobre decepções e tenho pensado nisso novamente. Por mais que saibamos que decepcionar-se é criar expectativas em relação às pessoas e aos fatos, nós as criamos.
Porém, não as criamos do nada. Muitas vezes, criamos expectativas, porque algo nos é sinalizado e alimentado nas entrelinhas do que nos é dito, em ideias, promessas e palavras que nem precisam ser ditas para serem compreendidas.
Compreendemos da forma como sentimos. Aí vem a decepção e a frustração. Não era nada daquilo? Como compreender corretamente o que nos é dito? Como evitar esses enganos? Não é possível, todos estamos sujeitos a isso: enganos e decepções. 
As pessoas que são muito transparentes, verdadeiras e sinceras esperam o mesmo grau de comprometimento do outro nos relacionamentos que vivem. E nem sempre é assim que as coisas acontecem. Porém, é como aprendemos um pouco mais sobre a natureza das pessoas. 
Um amigo me diz sempre que estamos, invariavelmente, conhecendo e nos relacionando com pessoas que, como nós, estão cheias de dúvidas e conflitos dentro de si. Daí os desencontros, as fugas, as incertezas e os medos. E ele está certo.
Podemos nos machucar e machucar também, sem saber. Podemos nos equivocar, podemos sofrer, chorar e nos contentar. Podemos até encontrar felicidade. Para isso, no entanto, é preciso não desistir, pois tudo isso faz parte dos relacionamentos. 
Vivendo, vamos aprendendo, mesmo que vejamos nossas expectativas frustradas, mesmo decepcionados e nos enganando com as pessoas e a vida. 
Causa a nós tristeza, angústia ou raiva, mas o tempo nos ensina que é só respirar fundo e sentir que viver é sempre muito bom, apesar de tudo. É assim que crescemos, somos outros, de novo.

2 comentários:

  1. Assim é a vida. E assim é porque nao somos seres perfeitos. E por sermos seres imperfeitos sempre haverá enganos e decepçoes entre nós. Faz parte da mesma natureza da vida. A unica coisa que possamos fazer é de ser moderados e realistas em nossas expectativas, de nao formar expectativas excessivas pra nao arriscar decepçoes excessivas. Porque as decepçoes sempre existirao. O importante é de ter muito mais preenchimentos que decepçoes, mais sucessos que fracassos, mais satisfaçoes que frustraçoes, pra a vida valer ser vivida. No final, como falamos em ingles: We’re alive for a short while but we’re dead for a very long time! E esta verdade ninguem pode negar.

    ResponderExcluir
  2. Se soubermos valorizar o que somos e temos de bom em nossas vidas, teremos mais sucesso e satisfação, como você mesmo diz, e eu concordo.

    Abraço, Chris.

    ResponderExcluir

E você, o que pensa a respeito? Comente!

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...