23 de julho de 2008

O abraço que você me deu... e ficou!


"Morro de saudades de você
Morro de vontade-desejo
Pôr do sol nos olhos-imagens
Filme colorido na cabeça..."
(Gal Costa)

Saudades que nos deixam felizes existem? Ah! Existem. E sempre deveriam ser assim. Mas depende de como tudo acontece. Eu morro de saudades, eu morro de alegria, morro de desejo de ganhar um abraço apertado, aquele que só eu sei como é. 
Desejo mútuo, o que é melhor. E de alguém que está tão longe de mim. Mas que, sei, está bem perto. Saudades de quem deixou alegria, deixou esperanças, deixou sua presença significar mudanças. Sentimentos que vão e voltam. E, talvez por ter sentido novamente todas essas alegrias, eu não fique triste ao sentir tantas saudades. 
Tudo o que ficou me faz intensamente feliz! E tal sentimento se sobrepõe a qualquer tristeza. Claro, estar longe deixa uma ausência sentida, deixa a vontade de ter alguém muito querido sempre por perto. Mesmo assim, meu coração está feliz. 
E ter sido surpreendida hoje foi ótimo, maravilhoso! Nada como receber notícias, frases ditas, sim, aquelas que gostamos de ouvir, e de forma recíproca dizer! E também idéias deixadas nas entrelinhas, vontade de que o tempo passe muito, mas muito rápido mesmo, para que um dia se possa falar das sensações de um reencontro, afinal! 
Hoje estou muito feliz, exatamente por ter sido o dia de hoje! E não uma espera ou um desejo de futuro; muito menos tristezas de um momento que se foi. Meu coração bateu rápido e forte, pois pude rever, como num "filme colorido na cabeça" muitos dias felizes, diferentes, gratificantes, vivos ainda dentro de mim. Momentos que gostaria se repetissem mais e mais. E que fossem vividos da mesma forma, e na mesma intensidade. Claro, de uma forma que palavras não conseguem traduzir. 
Sei que isso acontecerá, mas isso é outra história! Para quem está, agora, tão longe de mim só posso desejar imensas felicidades! 
 Meus pensamentos e meu coração me levam hoje somente a esse alguém e àquele abraço tão cheio de sentidos que me deu... e ficou! Saudades sem fim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você, o que pensa a respeito? Comente!

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...