3 de julho de 2008

O tempo que chega e passa

Há algum tempo venho observando as mudanças no rosto das atrizes, das apresentadoras, das jornalistas e outras celebridades que aparecem na mídia. Percebo que mulheres (e homens também) estão se preocupando com suas marcas de expressão muito cedo. 
E não entendo mesmo o porquê dessa preocupação. Vemos moças ainda tão jovens e belas que aparecem com suas bochechas diferentes, modificadas com botox. Ou aparecem com seus rostos lisos sem marca nenhuma, que até percebemos ficarem estranhos. 
Fico pensando que as pessoas deveriam estar mudando no sentido de saber aceitar o tempo, aceitar as marcas da idade, aceitar com naturalidade a maturidade. Como estarão essas jovens, que hoje são jovens, mas amanhã não mais? Ainda modificando seus rostos e barrigas e mãos e tudo mais que for possível? 
Além da preocupação com as mudanças da moda, das roupas e acessórios que vão se reciclando com as estações, serão as mudanças no corpo e no rosto um impositivo da moda também? Será que já vivemos isso?! Talvez. Mas nada pode mudar o tempo que chega. 
Mudar as marcas que ele traz é mudança mais que superficial. Manter-se jovem é questão de atitude, de estarmos antenados com o que acontece no mundo, de estarmos bem e felizes com o que somos e com o que temos construído até então, e consequentemente, estarmos bem interiormente. Todos devemos nos sentir bem e contentes em cada fase de nossas vidas, curtir cada etapa vivida. 
O tempo deve ser nosso aliado em nossas buscas, pois o que vale mesmo é o conhecimento e a experiência que adquirimos. E é esse conhecimento que deve dizer para cada um de nós o que realmente é importante para termos felicidade, em qualquer tempo, em qualquer idade, em qualquer hora, e de qualquer forma.
Caso contrário, seremos eternamente infelizes e insatisfeitos com nossas vidas, pois a beleza de uma pessoa vai muito além de sua aparência física. Por que entender a beleza e a vida (ou a beleza da vida!) dessa forma parece ser algo tão difícil?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você, o que pensa a respeito? Comente!

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...