23 de abril de 2008

Solução de problema pode ser outro problema?!


Não sei bem por que razão em certos momentos da vida um problema que imaginamos quase resolvido transforma-se em outro grande problema que se vira contra nós num efeito dominó! Já viram isso? Ah! Eu já! Nem saberia como explicar, mas vivo uma situação difícil em que não há saída, não há solução, bem, em tese. 
Mas, talvez o que aconteça na realidade é que a solução não possa ser aquela que quero, mas a possível, a que nem imaginava que existiria. Por que é tão difícil nos desfazermos do que gostamos ou adquirir algo que não queremos?  Ou agir da forma que não gostamos e deixar de fazer coisas pelas quais lutamos? 
Por que em certos momentos é tão difícil entender a ordem de todas as coisas? Mistério? Não sei. É assim que surge o desespero, a incompreensão, e, se alguém é descrente de tudo, vem a revolta - e essa só complica tudo. 
Problema é problema sempre, seja familiar, moral, seja de saúde, financeiro ou de relacionamento. São todos iguais no que nos fazem sofrer, quando difíceis de enfrentar ou de equacionar. Pior é se vem quase tudo junto. Nossa! "Por que eu?!" Você já deve ter pensado ou dito isso, não é? Eu tenho feito isso, e não obtenho respostas... e não tem mesmo. Senão não seria problema. 
Minha crença me ensinou que nada é por acaso, sofro as conseqüências de algo que fiz ou deixei de fazer. Mas nem sempre isso é fácil de compreender. Ou compreender como isso se dá. Contudo, se pensarmos bem, sabemos sim. E hoje consegui estar aqui diante desse branco da telinha digitando algumas palavras, talvez , porque consigo ver algo menos nebuloso, o que até então não conseguia. 
Será um solução para algo difícil de resolver? Sim, com certeza. O que precisamos é acreditar que nada está perdido. Somos inteligentes e à nossa volta, mesmo que nem desconfiemos existem pessoas que veem coisas onde não conseguimos ver. 
Feliz de nós que conseguimos ter pessoas especiais, de corações especiais. Essas são as que nos dão orientações, quando desorientados. Dizem aquilo que precisamos ouvir e que na nossa surdez não ouvíamos. Elas veem por nós, sentem junto de nós e também pensam junto de nós. Justamente naqueles momentos em que não conseguimos ser firmes e acreditar em nós mesmos. 
Não sei se tenho a solução de problemas atuais e complicados, mas saber que algum sinal existe nesse sentido, já me faz respirar diferente, e meu coração bater mais feliz, e a vida começar a se descomplicar. Pelo menos agora! Que meu coração agradecido me leve... E que seja para onde eu mais precise estar.

2 comentários:

  1. Como isso é legal. Chega a ser matemático equacionar esse incógnita!

    A famosa frase toda escolha necessita de renúncia, é lógica pura. Ora, se temos duas frutas e devemos escolher uma delas, a outra será renunciada. É automático.

    A Questão do apego é que dificulta. pois se são duas frutas que vc goste, será penoso renunciar, e o que na mesma proporção fosse frutas que vc não goste, vc não teria problema algum ao renunciar.

    Então a solução não está em um problema gerar outro, e sim no fato de como eu encaro o problema. E mais, até onde ele é realmente um problema? se tem apego, ou desespero, medo ou coragem.

    Tudo que temos nas mãos para solucionar os problemas nos mostram o que somos. uma coisa já é enxergar que, como vc disse, nada é por acaso.

    Mais uma vez, podemos usar a lógica, e teremos a seguinte equação!

    O que não é por acaso tem um propósito pra mim. os propósito devem nos fortalecer.

    Mais fortes, não há problema que ofereça difícil solução!

    bejoca!

    ResponderExcluir
  2. O difícil é ter essa compreensão no momento mais difícil.

    Beijo!
    ;*

    ResponderExcluir

E você, o que pensa a respeito? Comente!

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...