26 de abril de 2008

A amizade virtualmente real

Todos nós que gostamos da internet entramos em sites de relacionamentos, em fóruns de discussão de assuntos que nos interessam, em comunidades, entre outros. E nesses meios acabamos conhecendo outras pessoas, com as quais passamos a ter afinidades e a partilhar conhecimentos através de nossa convivência. A partir daí, passamos a usar programas de conversação instantânea, conversamos e conhecemos essas pessoas cada vez mais. E o que se questiona muito, hoje em dia, é se podemos conhecer bem uma pessoa no mundo virtual. 
Mesmo que se converse muito e por muito tempo, será que elas são exatamente aquilo que "imaginamos"? Já fiz alguns amigos aqui na internet, amizades que se concretizaram depois na vida real. No caso, a internet foi o meio para que eu pudesse conhecer novas pessoas e, por meio delas, outras ainda. Quando isso acontece, acredito que conhecemos verdadeiramente essas pessoas, pois deixa de existir "a idéia que temos da pessoa" para surgir “o que a pessoa é de verdade”. 
E essas amizades serão verdadeiras se houver vontade por parte delas de ser quem são. É, pois mesmo no nosso convívio da vida real, existem muitas pessoas que não conhecemos realmente. Quantas vezes não nos surpreendemos com elas... Quando nos identificamos com alguma pessoa e sentimos verdade naquela conversa virtual, é porque colocam verdade nas palavras que digitam.
Sentimos o que a pessoa é, como se tivéssemos a possibilidade de ver, por entre as linhas, a sua personalidade, a forma de pensar e o modo de ver a vida.
Caso contrário, se ali não há verdade, percebemos que tudo passa a ser muito superficial, a conversa passa a ser a mesma, o assunto não muda e as pessoas acabam se afastando. E não é assim na nossa vida (a real)? Sim, é. Fazemos uma seleção, o que é muito normal, e é assim que encontramos as pessoas com quem realmente temos afinidades.
A internet nos possibilita conhecer novas pessoas em meio a novos conhecimentos e novas experiências. E aprendemos muito com as pessoas, fazemos trocas constantemente, sempre que estamos conectados. Nesses novos relacionamentos que se estabelecem sempre haverá aquelas pessoas que permanecerão e as que passarão. Haverá aquelas que serão amigas e aquelas que não.
E mesmo com tantas novidades, acredito que o mundo virtual deve ser um complemento em nossas vidas. Penso que a vida é mesmo real se existir sol no rosto, ar puro, olhos nos olhos, sorrisos, abraços, beijos e apertos de mão –  relações que se tornam reais ao extrapolarem do mundo virtual para o real.
Aquelas em que isso não se dá não deixam de ser reais, mas não serão amizades em todas as suas possibilidades. Serão amizades virtualmente reais – o que não é ruim –, pois só depende dessas pessoas, um dia, fazer o que é bom ser melhor ainda.

Rita Ribeiro
[Sob Licença Creative Commons - Leia e respeite os direitos autorais]

4 comentários:

  1. A amizade, real ou virtual, encanta sempre...

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela visita e pelas palavras.

    Bjs, Leda!
    ;*

    ResponderExcluir
  3. Que Lindo, amiga!!! Você surpreendendo com suas sábias palabras a cada postagem. "AMIZADE, independente que seja virtual ou real, se é verdadeira, nos complementa e nos faz feliz...Adoro sua amizade!!! bjsss.

    ResponderExcluir
  4. Eu posso ter contrariado pessoas com esse meu post, mas nunca quis dizer que as amizades que faço na net não sejam verdadeiras.
    Já pensou se, um dia, eu e você pudéssemos conversar pessoalmente, tomar um café? rs
    É sobre isso que falo. A amizade seria mais completa ainda.

    Eu adoro sua amizade também!!!

    Obrigada por todo o seu carinho e por todas as visitas que faz a este blog.
    Beijo grande, Sandra!

    ResponderExcluir

E você, o que pensa a respeito? Comente!

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...